Área Reservada
  • Português

Resultados do projecto - Cadeias produtivas e gestão sustentável dos recursos naturais em Pespire

Terça, 15 Novembro 2011 12:51

O projecto "Cadeias produtivas e gestão sustentável dos recursos naturais en zonas de ladeira do municipio de Pespire", co-financiado pela União Europeia e pelo IPAD e executado pela Oikos e a Asociación de Desarrollo Pespirense - ADEPES, chegou ao fim após 40 meses de acção.

 

Tendo como objectivo principal a redução da pobreza através da geração de rendimentos alternativos, e ainda contribuindo para a gestão racional dos recursos naturais no município de Pespire, o projecto teve enfoque em três componentes: agricultura sustentável, transformação e comercialização e protecção do ambiente.

 

Em execução desde Janeiro de 2008, o projecto beneficiou um total de 6.760 pessoas, em 15 comunidades rurais e em 15 bairros urbanos de Pespire.

 

O que foi feito a nível de agricultura sustentável?

 

Com o projecto os produtores fortaleceram as suas capacidades agrícolas e adoptaram tecnologias de agricultura sustentável e agro-ecologia, que implementaram nas suas hortas familiares e quintas modelo assegurando desta maneira a sustentabilidade.

 

As famílias produtoras beneficiárias do município de Pespire melhoraram a sua dieta alimentar devido à diversificação de cultivos que têm agora nos seus terrenos, proporcionando-lhes os diferentes nutrientes que se requerem para uma alimentação e nutrição saudável. Também se geraram rendimentos económicos da venda dos excedentes de produção melhorando assim as suas condições de vida. A participação activa do núcleo familiar em todo o processo de capacitação agrícola e a partilha de boas práticas entre produtores garantem a apropriação das tecnologias e técnicas de agricultura amigas do ambiente por parte das famílias e a sustentabilidade das acções do projecto.

 

As acções do projecto a este nível foram complementadas com a reflorestação e protecção das fontes de água. É de notar que toda a acção do projecto se desenvolveu respeitando o meio ambiente e sem causar danos e sem pressões para o equilíbrio de ecossistemas frágeis.

 

Passando à transformação e comercialização... 303989 10150399037809844 84799934843 8289824 306722822 n

 

Verificaram-se grandes melhorias das capacidades produtivas, bem como a criação e fortalecimento das técnicas no processamento e transformação de novos produtos para a sua comercialização. Geraram-se novas oportunidades e alternativas de emprego criadas pelos produtores/as na gestão das micro-indústrias e do centro de recolha contribuindo directamente para gerar rendimentos económicos no agregado familiar.

 

Foi constituída a Asociación Pespirense de Productores Agropecuarios Limitada - APRAL e foi construído um centro de recolha em Pespire. Os beneficiários finais contam com uma associação própria organizada e independente para a comercialização dos seus excedentes agrícolas e dos produtos transformados. Antes muitos produtores/as não comercializavam os seus produtos, uma vez que não tinham um mercado ou um sistema estabelecido que permitisse reduzir os gastos. Com a abertura do centro de recolha, os produtores/as afiliados à APRAL, têm agora um ponto de venda permanente. Para além disso, a gestão do centro de recolha pela APRAL promoveu a consciencialização, a responsabilidade e a independência dos beneficiários afiliados.

 

As micro-agroindústrias comunitárias formadas em 5 comunidades rurais por seu lado aumentaram os rendimentos das famílias destinatárias, criando uma alternativa de emprego sobretudo para as mulheres das comunidades envolvidas no projecto. Deste modo, a capacitação das produtoras elevaram o seu nível de auto-estima já que se observa a sua participação activa em diferentes actividades e organizações locais das suas comunidades sendo este um factor importante para o desenvolvimento das suas famílias e das suas comunidades.

 

Também as produtoras têm agora os seus próprios rendimentos económicos e contribuem para o núcleo familiar.

 

E no que respeita à protecção ambiental? 167203 497522659843 84799934843 5866785 1649626 n

 

Pespire conta agora com um sistema municipal de recolha, transformação, tratamento e comercialização de direitos sólidos e um sistema sanitário manual em funcionamento. Este sistema sanitário é um projecto-piloto e único à escala nacional e regional e tem grande relevância para Pespire em função das condições ambientais e de ordenamento territorial do município.

 

Para tornar a recolha de lixo mais eficiente o projecto doou à Câmara um camião do lixo e todo esse processo foi acompanhado por campanhas de sensibilização e educação nos centros escolares e a nível municipal mediante campanhas de limpeza, actividades artísticas, como pintura de murais, colocação de caixotes do lixo e respectiva informação com mensagens ambientais, e reflorestação e protecção das micro-bacias abastecedoras de água das comunidades rurais e da cidade de Pespire.

 

A acção contribuiu significativamente para a limpeza do município, sobretudo ao nível da cidade, mas também das comunidades rurais tendo um impacto significativo na higiene e beleza local e histórica da cidade do município, aumentando até a sua potencialidade ao nível das indústrias de turismo.

 

O projecto fomentou a boa governação local a partir da perspectiva de fortalecimento das capacidades do Município de Pespire para gerir um dos serviços que oferece aos seus cidadãos, a recolha de detritos sólidos e com a criação, dotação e fortalecimento de uma Unidade Municipal Ambiental (UMA) para tratar os temas ambientais do município.

 

O funcionamento e efectividade das acções da UMA fortalecem-se com a participação activa dos comités ambientais locais e as juntas administradoras de água na protecção e conservação dos recursos naturais do município.

 

Um resultado relevante e inovador foi a formação dos Comités Ambientais Locais (CAL), como instância organizadora nos bairros de Pespire. Os CAL são actualmente o espaço de promoção, coordenação e facilitadores para a participação nas actividades ambientais a nível comunitário. Em geral, os CAL tiveram um papel fundamental na organização dos bairros do processo de limpeza, recolha de detritos e uso das casas de banho. Estas organizações locais comprometeram-se a trabalhar por uma vila de Pespire mais limpa e saudável.

 

A população beneficiária e as organizações e instituições de Pespire afirmaram que o apoio do projecto foi prioritário e estratégico para o município tanto a nível rural como urbano, contribuindo para uma diminuição da vulnerabilidade económica, social e ambiental da sua população.

Consulte o Projecto:

  • Cadeias produtivas e gestão sustentável dos recursos naturais em zonas de ladeira do município de Pespire (2008-2011)

    Com a criação de micro-indústrias do sector agro-alimentar, o projecto tinha como objectivo a redução da pobreza através do aumento do rendimento familiar das comunidades, com o desenvolvimento de novas actividades comerciais que ainda não haviam sido exploradas, e que possam gerar receitas e empregos mais sustentáveis.

     

    Neste sentido, estes "novos negócios" procuraram desenvolver uma gestão racional dos recursos naturais existentes, como também cultivos agrícolas alternativos. O projecto tinha nainda uma forte componente ambiental. Foram realizadas desde campanhas de educação ambiental para a população até actividades de limpeza urbana e colocação de diversos cestos de lixo em todo o Município. A actividade de maior impacto foi a construção de um aterro sanitário para a correcta deposição do lixo, de modo a minimizar o impacto da contaminação ambiental rural e urbana naquela região.

     

    Foi também criada, em conjunto com a Câmara Municipal, a "UMA" - Unidade Municipal Ambiental. Esta Unidade é responsável por diversas actividades que estimulam uma boa gestão e uso racional dos recursos naturais existentes no Município. Entre muitas outras actividades, a UMA incentiva a recolha organizada de lixo nas comunidades beneficiadas, dando todo o apoio logístico e requisição gratuita de enxadas, carrinhos de mão e bidões para recolhas maiores.

Parceiros