Apoio de emergência às pessoas deslocadas do conflito armado em Palma e famílias de acolhimento (2021)

Desde 2017 que o Norte de Cabo Delgado tem sofrido ataques de grupos armados que têm gradualmente levado à deslocação das comunidades destes distritos que fogem da violência e insegurança para procurar reassentamento em zonas mais seguras de Cabo Delgado e em outras províncias, como Nampula e Niassa. A 24 de Março, ataques terroristas no Distrito de Palma, na zona mais norte da província, originaram a fuga massiva da população deste distrito, causando um fluxo ainda mais elevado de pessoas que deixaram (e continuam a deixar) as suas casas e comunidades para procurar segurança em outros distritos a sul e oeste da província, nomeadamente em Mueda, Nangande, Pemba e Montepuez, os distritos com maior fluxo de deslocados internos, que pela sua localização oferecem mais segurança e potencial acesso a ajuda humanitária.

 

O principal objetivo deste projeto é mitigar o impacto da deslocação de pessoas dos distritos afetados pelo conflito armado através da reativação das suas atividades e meios de vida nas comunidades de acolhimento, mas também garantir o acesso das pessoas deslocadas do conflito em Palma a bens essenciais de primeira necessidade, para retoma das rotinas de higiene e preparação de alimentos, nos centros de acolhimento temporário e nas famílias de acolhimento.

Financiadores