Área Reservada
  • Português

Projectos Concluídos

As famílias rurais nos distritos de Morrumbala e Mutarara dependem quase exclusivamente da agricultura de subsistência para a sua sobrevivência. A perda de meios de subsistência no contexto dos deslocamentos devido a cheias tiveram particular incidência na vulnerabilidade das mulheres e meninas ao tráfico, à migração laboral e à prostituição, uma vez que estas tinham de se deslocar grandes distâncias para moer milho ou mesmo para trabalhar nos terrenos onde a família estava assentada previamente. Assim, este projecto visava o Empowerment das mulheres e das suas condições de vida, em particular na agricultura, de forma a reduzir o risco de tráfico. Para isto, as acções empreendidas procuraram melhorar a produção agrícola e outras capacidades geradoras de rendimentos e economizadoras de tempo das mulheres afectadas pelas cheias para reduzir a sua vulnerabilidade e promover melhorias sustentáveis nas condições de vida em geral nas áreas de reassentamento.

 

Beneficiários: 1.554 pessoas

Data de Início: Mai.2009

Data de Fim: Jan.2010

Com a criação de micro-indústrias do sector agro-alimentar, o projecto tinha como objectivo a redução da pobreza através do aumento do rendimento familiar das comunidades, com o desenvolvimento de novas actividades comerciais que ainda não haviam sido exploradas, e que possam gerar receitas e empregos mais sustentáveis.

 

Neste sentido, estes "novos negócios" procuraram desenvolver uma gestão racional dos recursos naturais existentes, como também cultivos agrícolas alternativos. O projecto tinha nainda uma forte componente ambiental. Foram realizadas desde campanhas de educação ambiental para a população até actividades de limpeza urbana e colocação de diversos cestos de lixo em todo o Município. A actividade de maior impacto foi a construção de um aterro sanitário para a correcta deposição do lixo, de modo a minimizar o impacto da contaminação ambiental rural e urbana naquela região.

 

Foi também criada, em conjunto com a Câmara Municipal, a "UMA" - Unidade Municipal Ambiental. Esta Unidade é responsável por diversas actividades que estimulam uma boa gestão e uso racional dos recursos naturais existentes no Município. Entre muitas outras actividades, a UMA incentiva a recolha organizada de lixo nas comunidades beneficiadas, dando todo o apoio logístico e requisição gratuita de enxadas, carrinhos de mão e bidões para recolhas maiores.

O bairro onde se realizou o projecto, antiga grande favela chamada Alagados, na periferia de Salvador, abrangia um terreno antigamente alagado que foi sendo ocupado com habitações precárias pelas populações mais pobres. O projecto pretendeu desenvolver diversas acções recreativas que produzissem integração no interior da comunidade alvo: encontros de formação, dias de estudos e oficinas sobre a cultura em geral, a arte, a história, o resgate das raízes culturais, os direitos de cidadania, as dinâmicas comunitárias e os valores democráticos mais fundamentais. O objectivo era produzir crescimento cívico e comunitário para o desenvolvimento integral da comunidade de Mangueira.

 

Data de Início: Nov.1996

Data de Fim: Nov.1997

O objectivo específico almejado corresponde à reabilitação dos tectos das casas do Município de Trinidad da Província de Sancti Spíritus, que foram totalmente destruídos pela passagem do furacão Dennis. Para tal pretende-se alcançar os seguintes resultados: reconstrução dos tectos, de 234 casas do Município de Trinidad, totalmente danificados pela passagem do furacão Dennis, antes da ocorrência de possíveis desastres naturais similares; reincorporação da população albergada nas 234 casas reabilitadas.

 

Beneficiários: 2.004 pessoas (234 casas)

Data de Início: Nov.2004

Data de Fim: Mai.2005

Este projecto de Emergência tinha como objectivo principal controlar a propagação de doenças e mitigar os prejuízos agrícolas causados pelo Furacão Stan nos departamentos de Ahuachapán (El Salvador) e Santa Rosa (Guatemala).

Para isto, as acções implementadas tinham como objectivo: água potável acessível para todas as famílias beneficiárias; vectores transmissores de doenças controlados nos três municípios beneficiados; cuidados médicos e medicamentos disponibilizados aos grupos mais vulneráveis nos 3 municípios beneficiados; 360 famílias beneficiadas com assistência técnico e um pacote de imputes agrícolas em 4 comunidades de Ahuachapán.

Projeto multigeográfico em Guatemala, Honduras e Nicarágua. Tem como objetivo contribuir para a redução da violência contra as mulheres que vivem com VIH/SIDA. Em particular, pretende melhorar a situação social e jurídica das mulheres destes três países. 

Contribuir para a recuperação e a resiliência de 7 distritos após as inundações de 2015.

Projetos de Saúde 2004

 

Província da Santiago de Cuba:

- Projeto de Melhoria da atenção médica no Município de Palma Soriano.

 

Cidade de Havana:

- Projeto de Melhoria dos serviços médicos do Hospital Pediátrico do Cerro.

 

Várias localizações em Cuba:

- Projeto de Colaboração entre a Associação Nacional Pública de Assistências (ANPAS – Itália) e a Oikos, a favor dos sectores mais vulneráveis da população cubana.

 

Ilha da Juventude:

- Projeto de Reforço da mobilidade dos médicos de família e sua capacidade de atuação nos casos de emergência na Ilha da Juventude.

Numa lógica de continuidade e aprofundamento do trabalho que vem sendo desenvolvido, desde 2010, pela Delegação Norte da OIKOS, o (IN)FORMA-TE surge com o propósito central de reforçar o papel ativo da sociedade civil, em especial dos jovens, das entidades educativas e das associações juvenis do Distrito de Braga na prevenção do tráfico de seres humanos e da exploração laboral.

Reduzir a mortalidade e morbidade infantil associada a doenças respiratórias causadas por altos níveis de contaminação do ar.

  

A Oikos no Mundo

Trabalhamos com comunidades de regiões e países mais pobres, promovendo a saúde pública, alimentação, água, saneamento e educação.

Onde estamos...
Onde estivemos...
 

Siga-nos

facebook1