Área Reservada

Faleceu José Manuel Leite, um dos fundadores da Oikos

Terça, 23 Novembro 2021 14:34

O Pastor José Manuel Bravo Teixeira Leite foi um dos fundadores da Oikos – Cooperação e Desenvolvimento. Desempenhou um papel de relevância em 1986, quando – dois anos antes da fundação da ONG – foi um dos promotores de um Congresso europeu de ONG de Cooperação para o Desenvolvimento, no Centro Ecuménico da Figueira da Foz. Foi no seguimento das recomendações deste congresso que surgiu a proposta de constituição da Oikos. Acabou por ser um dos seus fundadores em 23 de fevereiro de 1988.

Sendo uma organização não confessional, a Oikos apadrinhou sempre o ideal ecuménico e o valor da convivência religiosa como determinante na construção da paz e da solidariedade internacionais.

 

O Conselho Diretivo da Oikos – Cooperação e Desenvolvimento endereça o seu profundo pesar pelo falecimento do Pastor José Manuel Leite e endereça as mais sentidas condolências à família enlutada, à Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal – da qual foi dirigente e pastor exemplar, bem como ao Conselho Português de Igrejas Cristãs (COPIC) com quem colaborou na implantação do movimento ecuménico em Portugal e que em 2021 cumpre 50 anos de existência.

 

Endereçamos ainda as nossas condolências ao Município da Figueira da Foz, onde o Pastor José Leite foi autarca imediatamente a seguir ao 25 de abril de 1974.

 

Lembrando o Pastor José Leite, o Presidente do Conselho Diretivo da Oikos, João José Fernandes, recordou «o papel fundamental que que este, tal como outro dos fundadores da Oikos – o Sacerdote Católico Luís de França, também já falecido e de honrosa memória – tiveram na promoção da Lei da Liberdade Religiosa (2001), na defesa das minorias religiosas e sociais em Portugal, e no fortalecimento da ligação da Oikos com o movimento europeu de organizações da sociedade civil europeia, vocacionadas para a cooperação ao desenvolvimento.

Independentemente da condição de cada cidadão ou cidadã perante a fé e práticas religiosas, estamos convictos que hoje, todos ficamos mais pobres, com a partida de José Manuel Leite. Mas, estamos igualmente convictos que, o seu exemplo e ação perdurarão nas organizações que, como a Oikos, ajudou a fundar e a desenvolver.»

 

Informamos que a cerimónia de funeral terá lugar na Igreja Presbiteriana da Figueira da Foz, na próxima quarta-feira dia 24 novembro às 15h00.