Área Reservada

15.750 recebem bens de primeira necessidade em Moçambique

Sexta, 13 Agosto 2021 11:24

Em resposta de emergência face à grave crise humanitária que se vive no Norte de Moçambique que gerou milhares de famílias deslocadas, a Oikos está a distribuir bens de primeira necessidade em centros de acolhimento temporário e famílias de acolhimento com apoio do Governo Português, através do Camões, I.P.

 

A prioridade são famílias vulneráveis chefiadas por mulheres, idosos, órfãos e crianças,  assegurando a melhoria imediata das suas condições de sobrevivência ao nível da segurança alimentar, higiene, abrigo e proteção.

 

Os kits de emergência entregues são de acordo com as recomendações da  coordenação da ajuda humanitária, garantindo que as pessoas recebem precisamente o que faz mais falta.

 

Contemplam bens como:

 

- HIGIENE: materiais higiene pessoal, incluindo o apoio a meninas e mulheres com a higiene íntima,  sabão e sabonete, roupa interior, detergentes, absorventes higiénicos, baldes com tampa e torneira.

- ABRIGO: mantas, roupas básicas, capulanas, esteiras, baldes de armazenamento e bacias para reforço dos abrigos das famílias.

- ALIMENTOS: cabazes alimentares com bens essenciais como farinha, arroz, feijão, açúcar e óleo alimentar

- COZINHA: panelas, talheres, pratos, placas de aço inoxidável, embalagens e jarros para armazenamento de água potável. São bens que permitem que as pessoas possam cozinhar e ficar menos dependentes de ajuda.

 

Além da distribuição de bens são realizadas ações de informação em saúde e higiene e ainda de sensibilização sobre a proteção/abuso de crianças, nomeadamente o abuso baseado em género. 

 

6 

5  9

7  

IMG 9662_b 

 

A acção humanitária da Oikos em Moçambique é complementada e reforçada com a  solidariedade de pessoas particulares e diferentes entidades públicas e privadas.