Área Reservada

Reforço do trabalho no litoral de Nampula com comunidades de pescadores

Terça, 16 Novembro 2021 17:04

Na continuidade do trabalho da Oikos no litoral de Nampula, o novo financiamento da Blue Ventures Conservation permite a continuação do apoio em centros pesqueiros locais nos processos de co-gestão comunitária pesqueira.

A co-gestão comunitária, nas comunidades costeiras de Nampula, é um instrumento crucial para o empoderamento comunitário na gestão dos seus recursos naturais. Comunidades altamente dependentes da pesca que viram na última década o empobrecimento dos seus recursos. Tal deve-se em parte à pesca excessiva maioritariamente realizada por pescadores estrangeiros com grande capacidade, usando artes de pesca nocivas sem consciência dos impactos negativos em toda a biodiversidade marinha.

 

Consequentemente, as comunidades de pesca de subsistência adotam práticas nocivas recentes para garantirem o pouco recurso pesqueiro existente. Perante estes constrangimentos as comunidades encontram-se em situações limite de pobreza e com escassos recursos marinhos. Não ficando indiferente à questão, a Oikos iniciou o projeto Okhapelela para, junto de comunidades pesqueiras, promover o seu controlo, liderança e gestão dos recursos pesqueiros.

 

O pescador e ativista, Afonso Chilintia, descreve que as primeiras atividades mostraram bons resultados na comunidade: “espécies que conhecíamos apenas das histórias que os nossos pais contavam, começam a aparecer na nossa área e os peixes começaram a ter tamanhos acima da média”. Afonso diz as comunidades estão “confiantes em dar seguimento ao trabalho e querem aprofundar as medidas de protecção, incluindo criar um santuário de pesca na nossa Área de Gestão Comunitária.”

 

 Afonso Chilintia – Pescador e Ativista

Captura de ecra 2021-11-16 as 17.06.40Este apoio é uma solução efetiva aos problemas da pesca de pequena escala, promove o combate à insegurança alimentar, pobreza nas zonas costeiras e adaptação às mudanças climáticas.

 

O projeto assenta em 4 grandes vertentes:

 

1) sensibilizar e informar sobre as práticas e gestão dos recursos junto das comunidades e autoridades locais;Este apoio é uma solução efetiva aos problemas da pesca de pequena escala, promove o combate à insegurança alimentar, pobreza nas zonas costeiras e adaptação às mudanças climáticas. O projeto assenta em 4 grandes vertentes:

2) promover a participação comunitária para definir medidas de gestão de pesca para criar Áreas Marinhas de Gestão Comunitária;

3) criar, planificar medidas e aplicar regulamentos comunitários de uso sustentável do espaço marinho da área de gestão comunitária;

4) e, por fim, monitorizar os resultados obtidos junto das comunidades e restantes atores afetos ao projeto.

 

Este projeto vai ser desenvolvido em parceria com os Serviços Provinciais de Atividades Económicas de Nampula (SPAE), Direção Nacional de Pescas delegação de Nampula (ADNAP), Direção Provincial de Agricultura e Pescas de Nampula (DPAP), e é financiado pela Blue Ventures Conservation. 

 

Consulte o Projecto: