Moçambique

Prevenção e preparação de catástrofes

A Oikos iniciou em Julho de 2010 um novo projecto em Moçambique, onde já está presente há largos anos em Nampula, Ilha de Moçambique, Mossuril e Mogincual, que pretende reforçar o trabalho com estas comunidades na prevenção e diminuição do impacto dos desastres naturais nas suas vidas. Este projecto beneficiará 1.273 indivíduos e visa que os mesmos actuem como multiplicadores de estratégias de preparação e gestão de risco nas suas zonas, ampliando assim o número de pessoas beneficiadas.

O principal objectivo é melhorar a capacidade de preparação e resposta das comunidades aos desastres naturais que as assolam através da protecção de reservas de alimentos, fontes de água e habitações.

 

As actividades de preparação para as catástrofes auxiliam as comunidades a reduzir o impacto das ameaças potenciais, diminuindo a destruição dos bens e meios de subsistência e incentivando um retorno mais rápido às suas actividades económicas.

 

O impacto das catástrofes naturais nos processos de desenvolvimento, como evidenciado pela experiência da Oikos com comunidades de pescadores na Ilha de Moçambique e Mossuril, tem levado a um repetitivo ciclo de perdas que dificilmente permite uma evolução na qualidade de vida destas pessoas através de um crescimento económico sustentável. As catástrofes causam sempre perturbações na organização comunitária causando contratempos aos avanços significativos de desenvolvimento sócio-económico e redução da pobreza entre as comunidades expostas a estes riscos.

 

Por consequência, a Oikos dá ênfase ao fortalecimento das estruturas comunitárias, incluindo a criação de comités de gestão de risco locais e grupos de jovens da escola, estimulando a criação de soluções locais para problemas enfrentados pela comunidade, que é a componente central de uma estratégia mais sustentável de desenvolvimento para promover a auto-suficiência entre beneficiários introduzindo-se medidas preventivas para reduzir a sua vulnerabilidade face ao futuro.

 

Com este projecto a Oikos visa também minimizar a dependência destas comunidades aos recursos externos e, ao mesmo tempo, melhorar as competências para as comunidades se articularem a nível municipal e distrital aumentando não só a sua capacidade de prevenção como também de resposta aos desastres naturais que aqui ocorrem.

Artigos Relacionados