Reforço da comunicação de base comunitária para preparação de desastres e redução de risco

Pretendemos criar um incentivo de modo a que os jovens participem de forma ativa na redução dos riscos de desastres nas suas zonas, assim como criar mecanismos por forma a incentivar o empreendedorismo social e económico por parte dos mesmos.

O vale do Zambeze, localizado no Distrito de Morrumbala (Província de Zambezia), é uma das áreas mais vulneráveis do país, devido as recorrentes cheias, não só fruto das fortes chuvas da região, mas também devido a descargas vindas de países vizinhos, o que torna ainda mais difícil uma resposta efetiva das comunidades as inundações.

Moçambique está situado numa região extremamente vulnerável a desastres naturais que, historicamente têm destruído as infra-estruturas económicas e sociais, casas, reservas de alimentos e meios de subsistência (colheitas, barcos de pesca, etc.) de milhões de famílias, colocando-os num estado permanente de vulnerabilidade, em especial nas zonas rurais.

Para responder a esta problemática, a Oikos ambiciona aumentar o conhecimento comunitário e sensibilização sobre preparação de desastres e gestão e mitigação de risco, através da criação e capacitação de grupos de jovens em técnicas de teatro e mobilização social, capacitação de jovens e professores em matéria de associativismo juvenil, intervenção social e preparação e redução de riscos de desastres.

Assim, pretendendo então fortalecer o papel que o Teatro e os jovens desempenham na educação e comunicação, em parceria com as organizações locais, desenvolvou-se um espetáculo chamado “Teatralamidade – Jovens na cena das calamidades“, tendo em vista ações de fortalecimento da capacidade de comunicação comunitária e participação juvenil na mitigação dos efeitos dos desastres, conferindo técnicas teatrais que promovam a circulação e partilha de conhecimento sobre os desastres a nível da comunidade.

Pretende-se que estes grupos de teatro tenham uma estreita ligação com as rádios comunitárias e as escolas locais, treinando-os em técnicas de teatro fórum, facilitação e mobilização social, incluindo temáticas de prevenção e gestão de risco de calamidades. Estas sessões, para além de disseminar e provocar um debate sobre os desastres, procuram dar complementaridades em zonas em que não existe a emissão de rádio, fazendo com que todo o Distrito tenha acesso a estas importantes informações.

O caráter interativo e mobilizador do teatro, o poder da rádio e o dinamismo dos jovens dentro e fora da escola, possuem um papel significante no desenvolvimento das comunidades, providenciando mensagens e informações com o uso de linguagens de domínio comunitário, com vista a preparar, reduzir e mitigar os riscos em relação aos desastres.

País: Moçambique

Localidade: Zambézia

Quando: 2008-2009

Financiamento: 43 146 €

Beneficiários: 198 pessoas

EIXOS TEMÁTICOS

SETORES DE INTERVENÇÃO

Últimas Notícias

Ainda não há notícias no projeto



Projetos Relacionados