Multigeográficos

Divulgação do projecto Fortalecimento das capacidades locais para adaptação às alterações climáticas

No passado dia 05 de Maio, no Município de Chinandega (Nicarágua), foi realizado um evento para a divulgação do projecto sobre alterações climáticas em que a Oikos é parceira no Golfo de Fonseca, co-financiado pela União Europeia e liderado pela Universidade Centroamericana.

 

Com o objectivo de promover a interacção entre diferentes actores sociais que possuem um papel activo na zona de intervenção do projecto, esta iniciativa permitiu o intercâmbio de expectativas e conhecimentos, assim como um primeiro passo na coordenação e junção de esforços locais, também como porta de entrada a futuras acções conjuntas.

 

A actividade de divulgação realizou-se durante um dia inteiro, em que se criaram espaços de diálogo e encontro. Num primeiro momento, contou-se com a presença dos presidentes das camâras municipais de Somotillo, Villanueva, Puerto Morazán, e também representantes das câmaras de El Viejo e Chinandega, sendo estes todos municípios de intervenção do projecto.

 

Num segundo momento, o projecto foi apresentado a organizações não-governamentais nacionais e internacionais que actuam na zona de trabalho do projecto.

 

Foi destacado, para além das actividades previstas, os resultados que se pretendem alcançar durante os 5 anos de duração do projecto:

» Melhoria da compreensão do impacto e dos recursos/capacidades locais reais de adaptação às alterações climáticas;

» Identificação e validação de acções (incluindo acções-piloto) de adopção de novas tecnologias e processos para incremento da capacidade de adaptação dos sectores de pesca, aquacultura e agropecuário;

» Fortalecimento e apoio dos actores e sistemas políticos locais na sua preparação e planificação face aos impactos das alterações climáticas, incluindo os instrumentos e medidas de gestão de risco e as redes de articulação regional.

 

Com duração prevista até 2016, este projecto é realizado na Zona Costeira e Insular do Golfo de Fonseca (Oceano Pacífico), compreendendo Nicarágua, Honduras e El Salvador e beneficiará directamente 300 funcionários públicos dos mais diferentes níveis de actuação; 60 representantes de empresas; 150 associações, redes e Cooperativas; e 1800 pessoas envolvidas em acções piloto.

Artigos Relacionados