Notícias

Deslocados de guerra da Ucrânia: campanha de prevenção contra Tráfico de Seres Humanos

UCRANIA-02

Sabemos que o Tráfico de Seres Humanos se aproveita de situações de vulnerabilidade. O cenário de guerra na Ucrânia obriga os seus cidadãos a deslocarem-se para outros países, situação que os expõe a um elevado risco de tráfico humano.

Os refugiados ucranianos, na sua maioria mulheres e crianças, são atualmente um dos alvos das redes criminosas de Tráfico de Seres Humanos, que tentam atraí-los com promessas de transporte gratuito, alojamento, emprego ou outras formas de assistência.

O Tráfico de Seres Humanos é CRIME. Envolve o recrutamento e a movimentação de pessoas entre fronteiras internacionais (ou dentro de um mesmo país), com recurso à violência, engano ou abuso de situações de vulnerabilidade, tendo como objetivo sujeitar as vítimas a diversos tipos de exploração (exploração sexual, exploração laboral, mendicidade forçada, escravidão, extração de órgãos, venda de crianças, etc).

Não sabemos exatamente quantas mulheres e crianças ucranianas podem já ter sido atacadas por traficantes dada a natureza oculta deste fenómeno, mas sabemos que está a acontecer.

Assim, com o objetivo de prevenir o tráfico de pessoas ucranianas, o grupo de trabalho da Rede Regional do Norte de Apoio e proteção a vítimas de Seres Humanos do qual a Oikos faz parte, em conjunto com o Instituto CRIAP, criou uma Campanha de sensibilização sobre Tráfico de Seres Humanos especificamente dirigida às pessoas deslocadas oriundas da Ucrânia.

Estar informado/a é a melhor forma de prevenir este Crime.

 

Artigos Relacionados